RSS

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Adultos: O Caráter do Cristão - Moldado pela Palavra de Deus e provado como ouro
Lição 10: Maria, irmã de Lázaro, uma devoção amorosa
Professoras e professores, observem estas orientações:
1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 - Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:
- Apresentem o título da lição: Maria, irmã de Lázaro, uma devoção amorosa.
- Em seguida, escrevam o nome “Maria, irmã de Lázaro” no quadro ou cartolina.
- Perguntem:
Mas, o que vocês conhecem a respeito de “Maria, irmã de Lázaro”?
Que outros personagens participam dos acontecimentos que envolvem sua história?
Deixem que os alunos relatem, mas com uma condição: a informação que um aluno falar não poderá ser repetida por outro colega. Isto promoverá mais atenção e o relato da história não tomará muito tempo.
- Trabalhem o conteúdo da lição, oportunizando a participação do aluno, envolvendo-o através de exemplos e situações próprias de sua idade. Dessa forma, vocês estão contextualizando o tema com a vida do aluno, além de promover uma aprendizagem mais significativa.
Não se esqueçam de escrever no quadro ou cartolina as características do caráter de Maria, irmã de Lázaro.
- Para iniciar, apliquem a dinâmica “O que você tem de melhor para oferecer?”.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Atenção! Professores da classe dos novos convertidos:
Vocês encontram sugestões para a revista Discipulando do 1o. ao 4o. ciclo, no marcador "Discipulando", deste blog.
Para a revista 1 e 2 do Discipulado, vocês encontram no marcador "Subsídio Pedagógico Discipulado 1" e "Subsídio Pedagógico Discipulado 2", do currículo antigo. Façam bom proveito!

Dinâmica: O que você tem de melhor para oferecer?
Objetivo: Refletir sobre o que temos oferecido a Jesus como ato de adoração.
Material:
Metade de uma folha de papel ofício para cada aluno
01 vidro de perfume
Procedimento:
- Escolham uma aluna da classe e coloquem nas mãos dela o vidro de perfume.
- Falem: Maria ungiu Jesus com nardo puro, oferecendo o melhor para Jesus.
“Então Maria, tomando um arrátel de unguento de nardo puro, de muito preço, ungiu os pés de Jesus, e enxugou-lhe os pés com os seus cabelos; e encheu-se a casa do cheiro do unguento”(João 12:3).
 - Entreguem para os alunos a metade de uma folha de papel ofício e peçam para que façam o contorno de uma das suas mãos.
- Perguntem:
O que você tem de melhor para oferecer a Jesus como ato de adoração?
- Falem: Escrevam dentro do desenho da mão.
- Depois, leiam:
“Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade”(João 4:23,24).

Por Sulamita Macedo.
Jovens: O Sermão do Monte - A justiça sob a ótica de Jesus
Lição 10: As duas portas e os dois caminhos
Professoras e professores, observem estas orientações:
1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:
- Apresentem o título da lição, escrevendo no quadro ou cartolina: As duas portas e os dois caminhos.
- Depois, perguntem: Jesus mencionou duas portas e dois caminhos. Mas, quais são as duas portas? Quais os dois caminhos?
- Para iniciar o estudo, apliquem a dinâmica “Dois caminhos, duas portas, uma escolha”.
- Agora, trabalhem o conteúdo da lição.
Ao trabalhar o conteúdo da lição, vocês devem oportunizar a participação do aluno, envolvendo-o através de exemplos e situações próprias de sua idade. Dessa forma, vocês estão contextualizando o tema com a vida do aluno, além de promover uma aprendizagem mais significativa.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: Dois caminhos, duas portas, uma escolha
Objetivos:
Apontar que Jesus é o caminho, a verdade e a vida.
Material:
Cadeiras
02 envelopes
Procedimento:
Antes da aula:
Organizem as cadeiras de forma que formem 02 caminhos
No final de cada caminho coloquem 01 cadeira
Em uma cadeira, fixem um envelope e coloquem dentro dele o nome “Caminho Estreito”.
Na outra cadeira, fixem um envelope e coloquem dentro dele o nome “Caminho Largo”.
Durante a aula:
- Organizem os alunos em 02 grupos.
- Falem: A humanidade, aqui representa por vocês, tem dois caminhos para seguir.
- Peçam para um grupo andar por um caminho e pegar o envelope. O outro grupo também deve realizar a mesma coisa.
- Depois, solicitem que eles abram os envelopes e leiam o conteúdo.
- Falem: Muitas pessoas possuem conhecimento sobre quem é Deus, sua criação, seu poder, que enviou seu filho para morrer pelos pecadores e seguem este caminho e têm Deus como centro de suas vidas.
Mas, há um outro grupo de pessoas que mesmo conhecendo Deus decidiram seguir outro caminho, rejeitando Deus.
- Perguntem: Qual o caminho que devemos escolher? Por quê?
- Depois, leiam: “Disse-lhes Jesus: Eu sou o caminho, a verdade e a vida, ninguém vem ao pai senão por mim”(Jo 14.06).
- Para entrar no caminho estreito, há necessidade de entrar pela porta estreita que é Jesus.
- Leiam o versículo: “Eis que estou a porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei e ele comigo” Ap 3.20.
- Para concluir, falem: É sobre os dois caminhos, as duas portas e uma escolha o tema da aula de hoje.

Por Sulamita Macedo.
Pré-adolescentes – Currículo do Ano 1: Pré-Adolescência, que fase é essa?
Lição 10: Fazendo escolhas sábias
Professoras e professores, observem estas orientações:
1 - Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:
- Apresentem o título da lição: Fazendo escolhas sábias.
- Para iniciar o estudo do tema, utilizem a dinâmica “Vestindo a camisa”.
- Agora, trabalhem o conteúdo da lição.
Ao trabalhar o conteúdo da lição, lembrem-se de que vocês devem oportunizar a participação do aluno, envolvendo-o através de exemplos e situações próprias de sua idade. Dessa forma, vocês estão contextualizando o tema com a vida do aluno, além de promover uma aprendizagem mais significativa.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: Vestindo a Camisa
Objetivo: Refletir sobre o compromisso com os valores do Reino de Deus.
Material:
01 folha de papel ofício para cada aluno.
Procedimento:
- Entreguem para cada aluno 01 folha de papel ofício.
- Solicitem aos alunos que façam um barco, utilizando a técnica da dobradura (aquela que fazíamos costumeiramente quando criança, lembram?).
Aguardem que todos terminem e ajudem alguns que se esqueceram de como fazer.
- Falem: Quando aceitamos a Cristo, entramos no barco do Reino de Deus. Temos Jesus como nosso líder da equipe. Leiam Mt 8.23. Às vezes, o mar está calmo, mas há momentos de tormentas, de dificuldades, pensamos até que vamos naufragar. Leiam Mt 8. 24.
- Solicitem aos alunos que retirem a extremidade da direita e da esquerda do barco, rasgando as duas pontas. Depois, retirem também a extremidade da vela.
- Continuem, falando: Apesar das dificuldades, não naufragamos, não desistimos porque Cristo está conosco. Permanecemos na equipe, tendo Jesus como líder.
Apesar das avarias do barco (apontem para as extremidades retiradas), Cristo é nosso socorro; estamos no barco, porque somos integrantes do Reino e comprometidos com seus valores, decidimos “Vestir a Camisa” do Reino de Deus.
- Perguntem: O que significa “Vestir a Camisa”?
Certamente as respostas terão o seguinte teor: ter compromisso, apresentar dedicação, estar motivado, observar e obedecer a Palavra de Deus.
- Agora, solicitem aos alunos que abram a dobradura do barco. O que eles verão? Uma camisa!
A folha deve ficar dobrada ao meio, não abrir a folha completamente!
- Falem: Quem entra no Reino, precisa “Vestir a Camisa”, isto significa está comprometido com a Palavra de Deus, com os valores do Reino.
- Leiam: II Cr 7.14.
- Perguntem: Estamos realmente vestindo a “Camisa do Reino”?
Ideia original de transformar a dobradura do barco em camisa: desconhecida.

Esta versão da dinâmica por Sulamita Macedo.
Adolescentes – Currículo do Ano 1: Adolescentes da Bíblia
Lição 10: Não Recuamos
Professoras e professores, observem estas orientações:
1 - Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, vocês iniciam o estudo da lição. Vejam estas sugestões:
- Apresentem o título da lição: Não Recuamos.
- Falem: Nesta lição, vamos estudar sobre 03 personagens bíblicos: Sadraque, Mesaque e Abedenego. Eles eram amigos de Daniel, o personagem da lição passada.
- Façam um breve resumo da história de destes 03 rapazes.
- Depois, trabalhem os pontos levantados na lição, sempre de forma participativa e contextualizada.
- Em seguida, utilizem a dinâmica “Na Fornalha de hoje”.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: Na Fornalha de hoje
Objetivo:
Refletir sobre o que pode representar a “fornalha” na atualidade.
Material:
01 caixa de palitos de fósforos(tipo longo).
Procedimento:
- Falem: Estudamos sobre 03 jovens judeus que foram jogados na fornalha porque preferiram ser fiéis a Deus, não se prostrando diante da estátua do rei. Mas, neste momento de extrema dificuldade tiveram a companhia do 4º. Homem(Deus), que estava com eles, guardando-os na fornalha e não da fornalha.
Há momentos que também nos sentimos como se estivéssemos prestes a ser jogados na fornalha devido a pressão dos colegas.
- Solicitem agora para que alguns alunos contem uma situação difícil, que eles sentiram como se estivessem na fornalha.
Para tanto, peçam para que os alunos risquem o fósforo e, enquanto a chama estiver acesa, contem qual foi o problema e como se saiu da situação. Caso a chama se apague antes do aluno terminar o relato, deixe que ele conclua.
Dessa forma, isto é, com o fósforo aceso, o aluno deverá ter mais objetividade no relato e o fogo se apresenta como um símbolo de ter estado na fornalha da aflição.
- Ao término de cada relato, leiam Isaías 48.10b “...Provei-te na fornalha da aflição”.
- Para concluir, façam uma oração pelos alunos para permanecem firmes diante de tantos apelos mundanos.

Por Sulamita Macedo.
Juvenis – Currículo do Ano 3: tema: Jesus e o reino de Deus
Lição 10: A dimensão presente e futura do reino
Professoras e professores, observem estas orientações:
1 - Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, trabalhem o conteúdo da lição. Vejam as sugestões abaixo:
- Apresentem o título da lição: A dimensão presente e futura do reino.
- Depois, trabalhem o conteúdo da lição.
Ao trabalhar o conteúdo da lição, lembrem-se de que vocês devem oportunizar a participação do aluno, envolvendo-o através de exemplos e situações próprias de sua idade. Dessa forma, vocês estão contextualizando o tema com a vida do aluno, além de promover uma aprendizagem mais significativa.
- Para concluir a aula, apliquem a dinâmica “Começo, Meio e Fim”.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: Começo, Meio e Fim
Objetivo:
Relembrar o momento inicial de ingresso no Reino de Deus, a permanência e a esperança na 2ª. vinda de Jesus.
Material:
Palavras digitadas: Início, Meio e Fim
01 Bíblia
01 par de sapatos
Procedimento:
- Dividam os alunos em 02 grupos e formem 02 filas, uma de frente para outra.
- Coloquem no início da fila a palavra “Começo” e no final a palavra “Fim”. No meio, coloquem o par de sapatos.
- Se coloquem no “início” e falem: Estudamos hoje sobre o início do reinado de Deus e sua perspectiva futura, pois ele não terá fim.
- Falem, ainda: Nós tivemos um momento especial quando ingressamos no reino de Deus, através do evangelho, aceitando o sacrifício de Jesus. Podemos dizer que este foi o ponto inicial de uma vida em comunhão com Deus(neste momento pequem a Bíblia, simbolizando o ingresso na vida cristã).
- Hoje, vocês estão caminhando nesta jornada (vão até onde está o par de sapatos) na esperança da 2ª vinda de Cristo, o tempo do fim. Agora, apontem para o final da fila.
- Enquanto esperamos a volta de Cristo, estamos lutando com alegria, dificuldades, vitórias, gozando de bênçãos espirituais.
- Agora, peçam para os alunos falarem sobre o início da sua vida cristã, sua experiência atual que representa o “meio” do caminho e como tem se portado esperando o tempo do fim - a 2ª vinda de Cristo.
- Os alunos devem se posicionar no “início”, depois no “meio” para falar de forma objetiva dessa experiência, utilizando os objetos descritos no item material.

Por Sulamita Macedo.